doencas-800x534

Sabia que os óleos essenciais são grandes aliados no combate às doenças do inverno? Nesse artigo você conhecerá os mais indicados para prevenir e aliviar os sintomas de gripes, resfriados e outros problemas comuns nessa época do ano. O inverno é uma estação muito gostosa, perfeita para programas caseiros (que tal uma maratona de séries?) com os amigos ou a dois.

Mas o frio também tem seu lado ruim. É aí que entram em cena os espirros, a tosse, dores de cabeça, nariz entupido, dor no corpo, indisposição e garganta inflamada.

Saiba agora quais são os óleos essenciais que ajudam a se livrar desses incômodos nos meses mais frios.

5 óleos essenciais que ajudam a tratar as doenças do inverno

As doenças do inverno são aquelas que ocorrem com mais frequência ou têm seus sintomas agravados nessa estação.
No inverno, costumamos ficar mais tempo em ambientes fechados, o que favorece a transmissão de enfermidades causadas por vírus e bactérias, como gripes, resfriados e pneumonias.

A temperatura mais baixa e o ar mais seco também são fatores que podem piorar os sintomas de doenças como asma, bronquite, rinite alérgica e sinusite.

A seguir você conhecerá 5 óleos essenciais que ajudam a prevenir e tratar as doenças mais comuns no inverno.

1. Óleo essencial de eucalipto

 

(Eucalyptus Radiata)

Esse óleo essencial é extraído das folhas das árvores do gênero Eucalyptus, originário da Oceania.

Tem propriedades antifúngicas, antibacterianas, anti-inflamatórias e analgésicas, que somadas a seu efeito descongestionante, o tornam uma das melhores opções naturais para combater os sintomas de gripes, resfriados, rinites e sinusites.

O óleo de eucalipto para tratamento de doenças respiratórias tem uso popular consagrado e a ciência vem comprovando sua eficácia.

Um estudo de 2010 apontou que o óleo é eficaz no combate a uma série de bactérias, vírus e fungos, além de estimular o sistema imunológico, ter ação antioxidante e antiespasmódica. A pesquisa concluiu que seu uso por inalação de vapor traz benefícios no tratamento de doenças respiratórias.

Pode ser usado em inalações, banhos ou aplicado em massagens no peito e costas (diluído) para:

  • Descongestionar o nariz.
  • Acalmar a tosse.
  • Aliviar dores de cabeça causadas por gripes, resfriados e sinusites.
  • Estimular a secreção de muco.
  • Melhorar a respiração.

É importante mencionar que, embora seja um produto natural, o óleo essencial de eucalipto da espécie globulus não deve ser usado em bebês e pode desencadear reações alérgicas durante crises de asma.

2. Óleo essencial de melaleuca

 

(Melaleuca alternifolia)

Óleo extraído das folhas das árvores do gênero Melaleuca, originário da Austrália, em especial da espécie Melaleuca alternifolia. A melaleuca também é conhecida como tea tree (“árvore de chá”).

O óleo de melaleuca é eficaz para eliminar diferentes formas de bactérias, fungos e vírus, além de ter efeito anti-inflamatório. Por isso é indicado para prevenir doenças no inverno.

Também pode ser usado quando a gripe, sinusite ou resfriado já se instalaram, pois ajudar a aliviar sintomas como:

  • Tosse.
  • Congestão nasal.
  • Inflamação da garganta.
  • Dores de cabeça.

Quanto às formas de uso do óleo, as opções são inalações de vapor, banhos e aplicação direta sobre o peito e costas (diluído em óleo carreador). Esse último tipo de aplicação é especialmente indicado para alívio da tosse.

3.Óleo essencial de limão siciliano

É o óleo essencial extraído por prensagem a frio da casca do limão siciliano, cujo nome científico é Citrus limonum.

Estudos já comprovaram suas propriedades antimicrobianas e antioxidantes. Devido a essa capacidade de combater micro-organismos, pode ser usado em ambientes fechados, através de um difusor, para evitar a proliferação de doenças.

Ajuda a fortalecer o sistema imunológico, deixando seu corpo mais resistente à ação de vírus, bactérias e fungos, o que é especialmente útil nos meses de inverno.

Você pode aproveitar suas propriedades por meio de banhos e massagens (diluído). Também é utilizado como descongestionante em inalações, já que seu aroma cítrico penetrante estimula a excreção de muco e tem efeito revigorante, ajudando a combater o cansaço e a indisposição trazidos por gripes e resfriados.

Então, podemos resumir os benefícios do óleo essencial de limão siciliano da seguinte forma:

  • É um antibacteriano 100% natural.
  • Ajuda a prevenir gripes e resfriados.
  • Tem ação descongestionante.
  • Combate a fadiga causada por gripes e resfriados.

Como é um óleo fotossensível, é preciso evitar a exposição ao sol após seu uso tópico, para não causar manchas na pele.

4.Óleo essencial de ravensara

 

(Ravensara)

A ravensara é uma árvore nativa de Madagascar. O óleo essencial é extraído a vapor de suas folhas.

Possui propriedades antibióticas, antivirais, antifúngicas, antialérgicas, analgésicas, antiespasmódicas e expectorantes. Devido a esses benefícios, o óleo essencial é indicado como auxiliar no tratamento de:

  • Gripes.
  • Resfriados.
  • Pneumonia.

Vale mencionar que, no caso da gripe, graças ao poderoso efeito antiviral do óleo, o tempo de recuperação é consideravelmente reduzido.

Pode ser usado em inalações, especialmente para favorecer a eliminação de muco e aliviar a tosse, no banho e em massagens, sempre diluído em algum óleo vegetal apropriado.

5. Óleo essencial de copaíba

A copaíba é uma árvore típica da Amazônia. De seu tronco é extraído o bálsamo de copaíba, de uso consagrado na medicina popular da região. É desse bálsamo que o óleo essencial de copaíba é obtido, através do processo de destilação.

Tem ação anti-inflamatória comprovada, além de combater infecções causadas por bactérias e ter ação expectorante. Por isso é um óleo essencial que pode ser empregado como auxiliar no tratamento de gripes, resfriados, rinite alérgica, sinusite e pneumonia.

Existem diferentes formas de usar o óleo essencial de copaíba:

  • Em inalações: esse meio é especialmente indicado para aliviar a tosse, estimular a secreção de muco e aliviar dores de cabeça associadas a gripes e sinusites.
  • Massagens no peito e costas (diluído): para auxiliar no tratamento de pneumonias.
  • Massagem nos seios da face (diluído): para aliviar os sintomas da sinusite.

Mesmo sendo uma opção natural de tratamento, o óleo essencial de copaíba não deve ser usado em altas dosagens nem por tempo prolongado.

Precaução nunca é demais

É importante conferir as recomendações de uso e restrições de cada óleo antes do uso, para obter somente benefícios e evitar riscos à saúde. Lembrando que os óleos essenciais são recursos naturais complementares para o tratamento de doenças, portanto, não substituem os medicamentos prescritos pelo médico.

Agora que você já sabe o que são e quais seus benefícios, é só aproveitar esses 5 óleos essenciais para prevenir e ajudar a tratar de forma natural as doenças do inverno!

Aqui na Trilha dos Aromas você encontra todos os óleos essenciais citados no artigo, com um preço super especial. Entre em contato e saiba mais!


invernoremedio naturaloleo para invernofriogripetrilha dos aromasatibaia